Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

11 Dicas para aumentar o Rank e visitas no seu Blog

/* Essa é mais uma dica interessante que encontrei navegando pelos mares da web. Foi no blog Cosmo $ SEO. A redação deve ser creditada ao blog Cosmo % SEO. */

Veja mais uma sessão de dicas fortes para ampliar a qualidade, o rank do seu blog no PageRank e a quantidade de visitas do mesmo. Vale dizer que, buscar mais visitas aumentam as probabilidades de seus visitantes clicarem nos seus anúncios do Adsense. O autor do Viva o Linux fatura cerca de US$ 3.000,00 por mês com o  Adsense com cerca de 250.000 visitas diárias em seu site.

1. Tenha uma proposta de valor

O principal critério para melhorar a posição que seu site obtém em buscas não é exclusivamente técnico; ter um site com conteúdo de qualidade, que seja o único que trata de facilidade / propriedade / objetividade um determinado assunto pode ser o principal propulsor de visitas. Em resumo, há dois caminho certeiros para atingir o topo dos rankings de busca: ser o melhor ou ser o único. Dependendo do assunto é possível que mais de um site co-exista com o melhor, mas não comece querendo ser “mais um”, pois estará fadado a ficar no fundo-do-poço. Olhando pelo lado positivo, é mais fácil e vantajoso do que nunca atingir a tal da “Long Tail” (ou “Cauda Longa” em tradução livre) - se você serve um determinado nicho de mercado, a Web é seu meio ideal e estas dicas lhe servirão como uma luva.

2. Conteúdo em forma de texto

Pode parecer óbvio num primeiro momento, mas não é: quanto mais avançada fica a Web e quanto mais acessíveis ficam as ferramentas para torná-la mais rica visualmente, mais se tende a cair na tentação de criar sites que utilizam imagens, voz, Flash, Silverlight, Javascript e diversas outros meios ou ferramentas que simplesmente não se relacionam bem com os mecanismos de busca. Quando o negócio é otimizar seu site para o Google e companhia, tenha em mente que HTML puro ainda é a melhor saída. A boa notícia é que, graças à evolução dos browsers e do padrão CSS, criar sites bonitos usando somente HTML é uma possibilidade extremamente concreta.

Importante: por mais que o Google e a Adobe tenham criado uma forma do buscador indexar conteúdo em Flash, ainda há um grande problema na maneira como o conteúdo é estruturado em sites de Flash - vide ponto “5″ desta lista -, portanto vá de HTML se não quiser correr riscos; é o método comprovado e infalível quando se trata de busca.

3. Conheça seu mercado e as palavras-chave que ele procura

Quer ser encontrado por visitantes do Google e outros mecanismos de busca? Mas como fazê-lo se você não sabe ao certo o que estão procurando? Mesmo que você não deva escrever um texto pensando apenas em mecanismos de busca, entender as palavras-chave mais procuradas é crucial para fazer as adaptações em seu site que gerem mais resultado no Google. O ideal é fazer a lição de casa usando algumas ferramentas de descoberta de palavras-chave (keywords) que este site contém. Mais do que mostrar-lhe as palavras-chave (e muitas outras parecidas ou relacionadas, ou tendências em alta), esses mecanismos podem lhe dar uma idéia do raciocínio dos usuários no momento da busca. Uma outra boa maneira de entender essas necessidades é fazer buscas genéricas que poderiam retornar resultados do seu site (mesmo que ele não esteja no ar ainda) e entender o que a concorrência (potencial ou atual) está escrevendo ou enfatizando.

4. Texto nos lugares certos - títulos, links e manchetes

Mecanismos de busca não tratam todos as palavras de seu site da mesma forma; eles entendem a ênfase que você dá a palavras específicas, ou chegam até a assumir ênfases que você não sabia que estava dando. Palavras entre as tags <title>, <a>, <h1>, <h2> e <h3> tendem a ser mais valorizadas nas análises dos mecanismos de busca (tudo indica que nessa ordem de prioridade, inclusive). Mesmo que você utilize um aplicativo que faz toda a programação por você, é bem provável que você tenha total controle sobre os tags acima (são, respectivamente, o título de sua página, os links de sua página, e as manchetes principais, secundárias e terciárias), portanto tome um tempo para colocar textos bem elaborados, com palavras-chave muito relevantes ao seu site e à comunidade que quer atrair.

5. Não subestime a importância do design e da usabilidade

Apesar de não ser tão objetivo quanto outros critérios, esteja certo que a aplicação de melhores práticas de design em seu site com certeza fazem diferença. Reflita: um visitante consegue acessar e absorver seu conteúdo rapidamente? Facilmente? Ou ele é recebido com infinitos anúncios não relacionados, banners animados, pop-ups, redirecionamentos, sons e músicas? Seu site está intencionalmente confeccionado para enganar o usuário em clicar em algum link? Sites simples e objetivos, nos quais os usuários conseguem entrar, aprender/divertir-se/comprar e logo partir para suas próximas tarefas são os mais eficazes e os mais propensos a garantir-lhe uma indicação (tanto no boca-a-boca quanto através de um link no site ou blog que seu visitante gerencia). E vale lembrar: criar uma reputação através da qualidade certamente lhe trará mais retornos no médio e longo prazos do que os poucos centavos que o 5o anúncio que você está enfiando em sua já poluída página.

6. Gaste tempo pensando na estrutura da informação de seu site

Idealmente o conteúdo mais específico ou detalhado de sua página não deveria ficar a mais que 2 clicks de sua página principal, e deve estar acessível por meio de navegação normal (ou seja, nada de flash, nem menus drop-down ou coisas parecidas - robôs não conseguirão acessá-las). Isso pode demandar que você tome o tempo de pensar em como estruturará a informação dentro de seu site (ou seja, planejar antes de criar a página, ou repensar seu site antes de agregar conteúdo de maneira desorganizada). Para páginas muito complexas, estude a possibilidade de usar um mapa de site, acessível de qualquer ponto de seu site.

7. Consiga links de outras páginas

Na Web vale a máxima “falem bem ou falem mal, mas falem de mim”: se outros sites colocam links do seu site, os robôs dos mecanismos de busca vão notar isso e entender como uma citação / recomendação. Caso esses sites já sejam reconhecidos como sites de qualidade (ou seja, possuem um ranking ou PageRank alto), então é bem provável que os mecanismos julguem que o seu site é merecedor de ranking similar. Como fazer com que outros sites falem de você? Esqueça pedir-lhes (ou pior: oferecer dinheiro) para que coloquem links pro seu site. Também não gaste seu tempo colocando links em fóruns ou comentários de blogs (a não ser que sirva a um propósito, que agregue à discussão e que não seja algo automatizado e aleatório). Escreva conteúdo de qualidade e os links virão eventualmente.

8. Não crie páginas excessivamente pesadas

Por mais que os robôs dos buscadores ignorem os elementos que não lhe são relevantes, é bem provável que páginas pesadas os assustem. Evite sobrecarregar sua página de mídia pesada (imagens, vídeos, sons, animações, Flash, etc) ou até mesmo texto: apesar de otimizar para mecanismos de busca, de nada vai adiantar aparecer nos resultados com uma página que é considerada intragável pelos seus visitantes (somos cada vez menos pacientes na Web). Passar pelo ponto número “5″ da lista certamente deve ajudá-lo a entender como melhor separar seu conteúdo em diferentes páginas de maneira a distribui-lo intuitivamente e, de quebra, não gerar documentos excessivamente pesados.

9. Utilize macetes que funcionam no meio Web (entrevistas, listas, etc)

A Web costuma premiar alguns tipos de conteúdo mais do que outros. Não há nada científico à respeito, mas experiências comprovam que a Web adora listas (”Top 10…” ou coisa parecida), entrevistas com alguém famoso ou importante (”famoso” inclui pessoas conhecidas dentro de um nicho específico que nenhuma pessoa de fora conheceria), avaliações ou resenhas de produtos (lá fora conhecidas como reviews; pense em livros, filmes, jogos, seriados, aparelhos eletrônicos ou mesmo sites), competições (se juntar pontos ou ganhar prêmios, então, melhor ainda) e maneiras inteligentes de visualizar informação (gráficos bem feitos, tabelas de fácil absorção, etc). Conteúdo episódico e humor também costumam ser boas pedidas. Praticamente qualquer tipo de conteúdo pode beneficiar-se de alguma das categorias acima, portanto aproveite. Mas lembre-se: por trás de qualquer um dos pontos é preciso ter conteúdo de qualidade.

10. Incentive a criação de uma comunidade em torno de seu site

Não é somente moda passageira: a Web sempre foi e continuará sendo um meio extremamente social. É um excelente meio para que as pessoas encontrem informações sobre aquilo que gostam e conheçam (ou pelo menos interajam) com pessoas que tem os mesmos gostos e interesses. Reconheça isso como uma grande valia para seu site e incentive a criação de uma comunidade em torno de seu site ou procure ser parte integrante de uma comunidade maior de sites parecidos. Como? De imediato, procure usar ferramentas um pouco mais sofisticadas de gerenciamento de conteúdo (pense em [ferramentas de blog, como Wordpress]) que permitem comentários de usuários. Hoje em dia há complementos para esses comentários que acabam tornando cada post numa espécie de fórum (como o [serviço de comentários externos Disqus], por exemplo). Mas não descarte o método tradicional: interaja com outras pessoas que você conhece ou gostaria de conhecer, convide-as a visitar e participar de seu site a comentar seu conteúdo. Desde que não seja de um modo impessoal e automático (nunca utilize o Spam para tentar divulgar seu site), esteja certo que será bem recebido na maioria dos casos.

11. Controle suas visitas e aprenda com seus erros e acertos

Você se dedica incansavelmente a melhorar a qualidade do conteúdo do seu site, a utilizar as técnicas de SEO mais avançadas, a criar um design bonito, agradável e rápido, mas como saber se todo esse esforço está valendo a pena? A resposta recai sobre ferramentas de controle de acessos conhecidas como Analytics - em resumo, indicadores de acesso dos seus visitantes. Através de ferramentas gratuitas como o Google Analytics você conseguirá acompanhar diariamente quantos visitantes diferentes seu site recebeu, quantas e quais páginas estes visitantes acessaram, de qual parte do mundo (país e cidade) estes visitantes vieram, quanto tempo esses visitantes passaram em seu site, qual é a origem da visita (se é acesso direto, se é recomendação de um outro site ou se é via um site de busca), se o visitante acessou via site de busca, qual foi a palavra-chave que ele procurou, entre diversos outros indicadores cruciais para você adequar sua estratégia rotineiramente.

Conclusão:

É certo que ninguém consegue acertar tudo e agradar a todos os públicos logo de cara: informação acumulada com a ajuda de uma ferramenta de Analytics pode ser crucial para decifrar o que você está fazendo para espantar seu visitantes e corrigir seus erros, ou até mesmo o que você está fazendo certo e focar nas qualidades de seu site. Com tempo, seu site será melhor, mais focado, mais direto e você conhecerá melhor o perfil de seus visitantes.

8 comentários:

utp-critikeart disse...

Parabéns Willian,um ótimo post.
Assino e leio sempre o "Fazendo Web",o que sempre me traz boas sugestões e uma delas foi uma lista que ele fez sobre os melhores blogs/sites para visitar, e o seu estava dentre eles, com um assunto que muito me interessa, que é melhorar a qualidade do meu blog para ter mais visitantes.
Obrigada pelas dicas.Vou ao menos tentar colocá-las em prática.
Um abraço.

Matheus Henrique disse...

Concerteza esse foi um otimo post! Tenho muita experiencias com sites que nao deram sucesso! O que realmente foi pra frente esse em baixo...
Da uma analisada la se puder dexa a opinião. Blz!!!

ZUANDO CLICK COBERTURA DE EVENTOS!
WWW.ZUANDOCLICK.NET

Renata disse...

gostei boas dicasme ajudaram muito

--------------


http://www.tvonlinebr.com/ Mais de 100 canais de Tv online GRATIS

Francisco disse...

Muito obrigado.

Eu também estou a fazer um site e já estou a melhorar o pagerank dele.

http://www.resumos.tk

●๋•By Vinicius●๋• disse...

Bom Post,so que a qtidade de visita diária concerteza está errada,pq com 250 mil diaria,da para tirar uns 30 mil por mes.

Edson disse...

muito bom post é de grande ajuda para nós.

Alexandre disse...

Obrigado pelas dicas, tem dado certo com meu site!
Quem quiser conhecer o site o endereço é www.carrosmaisdesejados.com.br !! Você encontrará diversos vídeos e informaçõessobre os carros mais desejados de todo o mundo!! Vídeos de carros das marcas: Audi, Alfa Romeo, Chevrolet, Chrysler, Citroën, Dodge, Ferrari, Fiat, Ford, Jeep, Lamborghini, Maserati, Mercedes-Benz, Mitsubishi, Nissan, Peugeot, Porsche, Quadrifoglio, Renault, BMW, Rolls Royce, Saab, Subaru, Volkswagen e Volvo.
http://www.carrosmaisdesejados.com.br

Abraço!!!

cemporcentoinfo disse...

A verdade seja dita todo começo é dificil...
Meus parabéns pelo ótimo post será de grande ajuda.

Postar um comentário

Envie um comentário!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Blogger Templates